Carregando...

+55 21 2242.6894 / +55 21 98202.5878
contato@oceanbrand.com.br

OCEANBLOG

Fique por dentro das possibilidades de inovação que o design proporciona

Como a música pode influenciar no seu negócio

Escolha sua música favorita, sente no sofá, feche os olhos e simplesmente ouça. Cada som traz um sentimento, cada batida faz você relembrar um momento, cada música influencia seu humor.

Mesmo que você não perceba, uma música ambiente de uma loja pode fazer toda a diferença e ganhar a sua simpatia. Mas será que faz as pessoas comprarem mais ou ficarem mais tempo?

Claro.

O que já se sabe

Existem diversos estudos sobre a influência da música na experiência do cliente. Uma pesquisa feita em 1997, por exemplo, testou a venda de vinhos franceses e alemãs em um supermercado. Alguns dias, eles botavam música francesa para tocar; em outros, música alemã.

Apesar das pessoas negarem a influência da playlist, o vinho francês vendeu três vezes mais que o alemão quando tocava música francesa, e algo parecido aconteceu ao inverso.

Outro estudo feito em uma loja esportiva em 1997 mostrou que a percepção da loja mudou de acordo com a playlist de cada dia.

Os clientes acharam que a loja era mais ‘moderna e legal’ quando a música era mais rápida e otimista, enquanto nos dias com um rock mais calmo, as pessoas acharam a loja mais ‘cansativa e tediosa’.

Tudo começa com o público

Do que adianta botar uma música clássica se o estilo da sua loja ou restaurante é mais moderno e agitado? Muitos idosos, por exemplo, não gostam de certos restaurantes exatamente por causa da música.

Nem todo mundo vai se identificar com o que está tocando, mas isso é bom. A música é uma ótima forma de criar atmosfera e atrair exatamente o público adequado para o seu negócio.

Funcionários também contam

Pense bem: além dos clientes, seus funcionários são os mais influenciados pela atmosfera da música na sua loja. Afinal, são eles que ficam no local o tempo todo.

Além de levantar a moral da sua equipe, a velocidade da música pode afetar a produtividade dos seus funcionários. Um estudo feito em 1999 relatou que, nos dias com música rápida, foram feitas 22% mais vendas do que nos dias com música lenta.

Lembre-se

Procure entender que tipo de playlist melhor se adequa aos seus clientes. Não adianta se basear somente no seu gosto musical, tente sempre averiguar. Já pensou em pedir a participação dos seus clientes pelas redes sociais?

Além disso, não esqueça as leis autorais referentes às músicas e tenha certeza que tudo está normatizado antes de ligar o som do seu estabelecimento.

 

Créditos da imagem: Flickr/Godvivek

Quer saber como complementar estratégia de comunicação para a sua empresa? Converse com a Oceanbrand.

Compartilhe

  voltar


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OCEANEWS

Assine para receber novidades e curiosidades sobre Comunicação, Marketing e Design.

“Frequentemente, o melhor marketing não parece realmente marketing.”

Seth Godin